O que considerar antes de contratar a reforma de pianos

A durabilidade de um piano varia bastante conforme a marca do piano e principalmente quanto à época e método de fabricação do piano.

Saber a durabilidade de um piano é importante para saber com qual frequência precisaremos de uma reforma de pianos, e ainda se este serviço é viável e vale a pena em termos de investimento.

Neste artigo trataremos  de detalhes adicionais que devemos saber antes de contratar uma reforma de pianos

De início devemos considerar que afinações, regulagens e troca de embuchamentos não são reformas mas sim serviços periódicos e preditivos que devem ser feitos de tempos em tempos, não importando a marca ou época de fabricação do piano.

Consideramos como restauração ou reforma de pianos apenas os serviços que incluem a troca de peças da parte mecânica e estrutural de um piano, como por exemplo a troca ou reparo de marteleira, cravelhas, cepo, abafadores, cordas, entre outros.

A durabilidade dos pianos e periodicidade de reforma de pianos

Levando em conta a durabilidade e necessidade de restauração ou reforma de pianos e ainda considerando que o piano tenha como frequência de uso o período de 2 ou 3 horas por dia, podemos dividir os pianos em grupos de durabilidade conforme segue.

Pianos fabricados entre 1900 e 1940 são os mais duráveis já construídos até hoje, tais pianos eram construídos com alto padrão de qualidade e requinte, fabricados para durar algumas gerações sem a necessidade de reforma, restauro e manutenção frequente. Os instrumentos de marcas famosas como Bechstein ou Steinway eram fabricados com tanta qualidade que precisavam de restauro ou reforma um pouco mais complexas a cada 30 ou 40 anos.

Pianos Japoneses fabricados a partir de 1970 são de durabilidade média, os mais conhecidos são os Yamaha e  Kawai que geralmente precisam de reformas complexas em média a cada 10 ou 20 anos.

Pianos Orientais chineses, coreanos ou fabricados na Indonésia são de durabilidade baixa, no Brasil a grande maioria dos pianos novos fazem parte deste grupo, os mais conhecidos são a versão made in Indonésia dos Yamaha, a versão chinesa do Kawai e ainda a versão chinesa dos Frtiz Dobbert. Estes instrumentos precisam passar por reforma em média a cada 5 ou 10 anos.

Pianos Europeus ou Americanos das marcas consideradas como TOP, fabricados de 1970 em diante são pianos que tem praticamente a mesma durabilidade encontrada nos modelos fabricados entre 1900 e 1940, são instrumentos duráveis que precisam de reforma de piano ou restauro com um longo intervalo de tempo. Entre entre eles podemos citar estão os Steinway, Bechstein, Bluthner, Bosendorfer, Grotrian Steinweg entre outros.

O que considerar antes de contratar a reforma de pianos
Rolar para o topo